10 anos
10 anos

O Museu de Arte da Bahia inaugura nesta terça-feira (6), às 19h, mais uma edição do Circuito das Artes, que comemora este ano 10 anos de trajetória, com uma mostra que reúne obras de artistas participantes das oito edições do evento e com a realização do “Seminário Triangulações em Verbo”. Ao longo deste período, a exposição mudou de formato, conceito, apuração estética e ganhou apreciação do público, artistas e instituições por onde passou. Em 2016 o Circuito das Artes na Bahia faz uma retrospectiva e será composta por uma seleção de obras feita pela curadora Alejandra Muñoz, dentre os mais de 600 artistas que participaram das edições anteriores.

O fio condutor desta edição busca um espaço de discussão acerca do que aconteceu nestes dez anos, numa perspectiva que vai além das pesquisas pessoais, levantando a grande questão: como o Circuito impulsionou e deu visibilidade a diversos processos e como cada artista tem contribuído para a afirmação do cenário local?

Nos dias 05, 06, e 07 de dezembro, o Auditório da Escola de Belas Artes da UFBA, das 9h às 17h, sedia o seminário “Triangulações em Verbo”, com curadoria de Marilia Panitz e traz a Salvador os curadores que participaram nestes três últimos anos do projeto Triangulações. Esses profissionais discutirão as realidades regionais do Distrito Federal (Marilia Panitz), Goiânia (Divino Sobral), Ceará (Bitu Cassundé), Pará (Vânia Leal), Pernambuco (Beth da Mata) e Bahia (Alejandra Muñoz), com foco na arte contemporânea. Este ciclo de palestras busca também, atender a demanda dos artistas pelo intercâmbio e troca de conhecimentos com curadores atuantes nacionalmente.

Nesse contexto, as exposições do Circuito, além de comemorar o evento, busca articular questões relacionadas à discussão do Seminário através de três eixos: na Galeria Cañizares o eixo CAMADAS que aglutina as dimensões ensino, memória e sistema, na Galeria ACBEU, através do eixo TRÂNSITOS, as interlocuções do cenário artístico local com níveis regionais, nacionais e internacionais e no MAB o eixo TENSÕES que focaliza questões contemporâneas da produção recente, tais como ativismo, erotismo, assuntos de gênero e aspectos técnicos das linguagens mais tradicionais.

O Circuito das Artes fica em cartaz no MAB até 20 de janeiro. O Museu de Arte da Bahia é unidade vinculada ao Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da SecultBa.

 

Fonte: Ascom/Secult