Anote
Anote

Tradição religiosa, fé e cultura compõem a secular celebração em homenagem a Santa Bárbara, realizada nesta segunda-feira (4), no Centro Histórico de Salvador. Iniciativa da Irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos, o evento abre o calendário de festas populares da Bahia, o que representa também o ponto de partida para a alta temporada do verão baiano.

A programação religiosa começou com alvorada de fogos de artifício e teve o ponto alto com a missa campal celebrada pelo padre Lázaro Muniz, no Largo do Pelourinho, a partir das 8h30. Uma multidão de devotos, vestida de vermelho, lotou o local próximo ao palco montado na área externa da igreja.

Registrada pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (Ipac) como Patrimônio Imaterial da Bahia, a comemoração reuniu os secretários do Turismo do Estado, José Alves; da Cultura, Arany Santana; de Igualdade Racial, Fabya Reis; e do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Olívia Santana, além do diretor do Ipac, João Carlos de Oliveira.

Neste ano, a missa teve a participação especial da cantora Mariene de Castro, que, ao som de tambores, emocionou o público com a força de sua interpretação para homenagear Santa Bárbara, Iansã, no Candomblé.

Turismo

“O Governo do Estado valoriza e contribui para a realização de festejos populares, a fim de oferecer segurança e conforto a baianos e turistas”, afirmou o secretário do Turismo, José Alves. “Com esta celebração incomparável, damos as boas-vindas à temporada de verão, com expectativa positiva que permite estimar em 5,6 milhões o fluxo de turistas brasileiros e estrangeiros, crescimento de 8,4%, quando comparado à temporada anterior”.

 

Fonte: Ascom/Setur