SEI Bahia
SEI Bahia

Apresentar as funcionalidades do sistema aos servidores que trabalham com os sete processos sistêmicos de implantação do Sistema Eletrônico de Informações (SEI Bahia) no Estado. Esse é o objetivo principal do treinamento que a Secretaria da Administração (Saeb) oferece a colaboradores interessados em participar e conhecer as melhores formas de utilizar o programa. O executivo estadual começou a aderir ao SEI a partir de 18 de dezembro.

Em um primeiro ciclo de capacitação, realizado no período de maio e junho de 2017, foram atingidos, aproximadamente, mil funcionários públicos de 30 órgãos do Governo. Com carga horária de oito horas, distribuídas ao longo de um dia de atividade, o curso tem natureza introdutória. Para se inscrever no Programa de Capacitação do Estado, os interessados devem encaminhar email para capacitacao.srl@saeb.ba.gov.br.

Para o secretário Edelvino Góes, a capacitação é fundamental para preparar os servidores que atuam diretamente com tramitação de processos sistêmicos. "O sistema ainda é algo novo e está ganhando uma proporção maior, por isso se torna imprescindível que seja devidamente apresentado a quem vai usá-lo, já que a principal garantia de sucesso e eficácia da sua aplicação está diretamente ligada ao grau de domínio dos usuários", disse. O curso é ministrado por profissionais do quadro de instrutoria interna da Saeb, capacitados pela equipe de implantação do SEI Bahia.

SEI - O objetivo principal do SEI, cujo lançamento aconteceu em dezembro de 2016 na Saeb, é extinguir a utilização do papel como suporte físico para processos administrativos. O SEI traz mais agilidade, transparência e redução de custos para a máquina pública. Vale ressaltar que a Bahia é o primeiro estado do país a implantar o sistema, que foi criado e cedido gratuitamente pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4). O SEI é o sistema adotado no projeto Processo Eletrônico Nacional (PEN), iniciativa conjunta de órgãos e entidades de diversas esferas da administração pública, com o intuito de construir uma infraestrutura pública de processos e documentos administrativos eletrônicos.