Voz do milênio
Voz do milênio

Considerada a “voz do milênio” pela BBC de Londres e vencedora do Grammy 2016, a carioca Elza Soares se apresenta no dia 10 de dezembro, às 18h, na Concha Acústica do TCA, em Salvador, com o show ‘Elza Canta Lupi’, interpretando canções de Lupicínio Rodrigues. A apresentação marca a entrega da premiação do XV Festival de Música Educadora FM, que terá ainda o show de abertura da baiana Larissa Luz. Os ingressos, a R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia), estão à venda site da Ingresso Rápido, na bilheteria do TCA e nos SACs do Shopping Barra e do Shopping Bela Vista.

Com esse show, inédito na Bahia, a cantora conquistou o prêmio de "Melhor Álbum do Ano" na 28ª edição do Prêmio da Música Brasileira, em julho de 2017, no Teatro Municipal do Rio de Janeiro. Um espetáculo, ao mesmo tempo clássico e vanguardista em suas versões, onde ela presta uma homenagem ao compositor que lhe o primeiro sucesso de sua carreira - foi com ‘Se Acaso Você Chegasse’ – seu primeiro single, gravado em 1960 – que Elza tornou-se popular.

A cantora ganhou as paradas musicais quando introduziu o scat a la Louis Armstrong em sua versão, adicionando uma pitada de jazz ao samba. Desde então, Elza teve inúmeras músicas no topo das listas de sucesso no Brasil ao longo de sua trajetória artística. Neste show, alguns dos maiores sucessos incluem ‘Se Acaso Você Chegasse’, ‘Boato’, ‘Cadeira Vazia’, ‘Só Danço Samba’, ‘Mulata Assanhada’ e ‘Aquarela Brasileira’.

A atriz e cantora Larissa Luz, que compõe o júri especializado do festival, abre o evento, com as músicas do álbum ‘Território Conquistado’, segundo da sua carreira. As faixas desse trabalho autoral homenageiam dez personalidades negras, a exemplo de Elza Soares, que gravou a faixa que dá título ao álbum. Será uma noite de celebração à mulher negra, à música brasileira e de afirmação da força feminina.

Elza Soares

A premiada carioca Elza Soares é cantora ícone da música popular brasileira e possui em sua extensa discografia trabalhos de bossa nova, rock, samba, jazz, sambalanço, samba rock e hip-hop. Sua carreira celebra mais de seis décadas de sucesso e, atualmente, vive uma apoteose com grande destaque na imprensa, forte presença na web e entre o público jovem, novos projetos, lançamentos musicais e consolidada turnê pelo Brasil, Estados Unidos e Europa. A voz rouca e vibrante é sua marca registrada, e seu estilo “levado” e bem-humorado fascina o público no Brasil e no exterior, onde é aclamada como uma das mais importantes artistas pop do mundo.

Festival

O Festival de Música Educadora FM chega à 15ª edição mantendo o objetivo original de estimular a produção musical independente baiana. O evento conta com uma premiação R$ 62 e dá visibilidade ao trabalho de jovens artistas – com pouco espaço na mídia tradicional – por meio da veiculação na rádio. Neste ano, teve 285 participantes com 401 obras inscritas, entre músicas com letra e instrumentais.A primeira fase da competição é marcada pela escolha das 50 selecionadas pela comissão julgadora. Em seguida, as músicas entram na programação da Educadora FM e vão para voto popular no site do festival.

Assim como nos anos anteriores, os internautas votaram e escolheram as 14 mais do 14º Festival de Música da Rádio Educadora FM. As composições farão parte do CD desta edição do festival e, na noite da premiação, os seis vencedores serão anunciados nas categorias - Melhor Música com Letra; Melhor Música Instrumental; Melhor Intérprete de Música com Letra; Melhor Intérprete de Música Instrumental; Melhor Arranjo para Música com Letra; e Melhor Arranjo para Música Instrumental. Em 2018, a Rádio Educadora FM faz 40 anos de história na música e na cultura baiana.

 

Fonte: Ascom/Instituto de Radiodifusão do Estado da Bahia (Irdeb)