Estímulo permanência
Estímulo permanência

A Secretaria da Educação do Estado publicou, neste sábado (15), no Diário Oficial, a relação dos 883 professores da rede pública estadual dos Ensinos Fundamental e Médio que aderiram à Bolsa de Estímulo à Permanência em Atividade de Classei implementada pela Lei n° 13.595/2016. A bolsa, de R$ 800 para 20h e de R$ 1.600 para carga horária de 40 horas, será concedida aos educadores que, tendo implementado os requisitos para a aposentadoria voluntária, optaram por permanecer em atividade e passa a valer a partir de hoje, com pagamento na folha de julho.

“A Bolsa de Estímulo à Permanência em Atividade de Classe será deferida por um período máximo de dois anos, podendo ser prorrogada por igual período por uma única vez. É uma iniciativa que reflete os esforços empreendidos pelo Governo do Estado para melhorar a educação pública. Afinal, estamos tratando de professores com larga experiência, profissionais que dedicaram suas vidas à escola e que, portanto, podem optar em continuar contribuindo com a educação e com a formação dos nossos estudantes”, comentou o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro.

A bolsa será paga pela Secretaria da Educação do Estado, mensalmente e exclusivamente durante o ano letivo, e serão levadas em consideração áreas do conhecimento em que haja carência de docentes na rede estadual.


Fonte: Ascom/ Secretaria de Educação