Sesab alerta para o risco de doenças imunopreveníveis no Carnaval

Date
Categoria
Sua Saúde

Em função do risco de ocorrência de doenças imunopreveníveis durante o período de Carnaval, a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), por meio da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Divep), recomenda que a população esteja atenta ao surgimento de sintomas de doenças imunopreveníveis, como sarampo, rubéola, influenza, meningite, coqueluche, entre outros agravos, e procure uma unidade de saúde. 

Como medidas preventivas, é recomendável a lavagem das mãos diversas vezes ao dia, principalmente antes de consumir algum alimento; evitar tocar a face com as mãos e proteger a tosse e o espirro com lenço descartável; utilizar lenço descartável para higiene nasal; cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir; evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca; higienizar as mãos após tossir ou espirrar; não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas; e manter os ambientes bem ventilados. 

Deve-se também evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas de influenza; evitar sair de casa em período de transmissão da doença; evitar aglomerações e ambientes fechados; adotar hábitos saudáveis, como alimentação balanceada e ingestão de líquidos.

Para os profissionais de saúde, está sendo divulgado um alerta epidemiológico, chamando atenção para a necessidade de serem intensificadas as ações de assistência e vigilância em saúde e que seja desencadeada a notificação e investigação de casos suspeitos.

A Divep adverte que os casos suspeitos devem ser notificados em até 24 horas, no caso de unidades de Salvador ao plantão do CIEVS Salvador e/ou CIEVS Bahia, e no caso de outros municípios, ao CIEVS Bahia, por meio dos telefones (71) 3116-0017; 3116-0036, 3116-0018 ou 99994-1088.

 

 

Fonte: Sesab/Ascom