Programa Mais Futuro capacita 132 jovens para o mercado de trabalho
Ultima Atualização: 15/05/2014 às 16:13:10
Programa Mais Futuro capacita 132 jovens para o mercado de trabalho
Foi realizada nesta quarta-feira (14), na Fundação Luís Eduardo Magalhães, a aula inaugural para 132 jovens do Programa Mais Futuro - mantido pela Secretaria de Administração do Estado (Saeb) em parceria com as Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA). A partir de agora, os jovens passarão pelo processo de aprendizagem profissional em áreas administrativas nos hospitais de Salvador e nos postos SAC na função de aprendizes. A cerimônia contou com as presenças da presidente das Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA), Fátima Mendonça, e do chefe de gabinete da Saeb, Rodrigo Pimentel.
 
Na opinião de Fátima Mendonça, trata-se de uma “oportunidade dos jovens começarem suas carreiras. Nesse período de capacitação, os hospitais receberão o brilho desses jovens”.  
 
Para Rodrigo Pimentel, chefe de gabinete da Saeb, o Mais Futuro vem trazendo resultados satisfatórios. “Esse evento marca um momento importante na vida desses jovens. Agora eles irão para o mercado de trabalho e atuarão nas mais diversas áreas. Com certeza estamos em frente de futuros servidores públicos, funcionários do mercado privado e empreendedores”, salienta.
 
Também participaram da mesa de abertura a superintendente da Incores, Tânia Andrade, e a subsecretária da Secretaria da Saúde, Suzana Ribeiro. A partir de agora, 100 jovens serão encaminhados para hospitais da capital mantidos pelo Governo do Estado - Roberto Santos, Geral do Estado (HGE), Ernesto Simões, João Batista Caribé, Otávio Mangabeira, Mário Leal, Maternidade Tsylla Balbino e o Instituto de Perinatologia da Bahia (Iperba). Os outros 32 aplicarão seus conhecimentos nos postos do Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC). Eles atuarão na área administrativa dessas instituições.
 
Programa Mais Futuro - O propósito do Programa é inserir no mercado de trabalho jovens carentes com experiência comprovada na carteira de trabalho, minimizando, dessa forma, as desigualdades existentes na concorrência das vagas de trabalho formal.
 
Em 2008, a SAC, de forma pioneira, aderiu ao programa introduzindo 150 jovens para atuar na área administrativa nos postos do SAC. Até dezembro de 2013, foram inseridos, aproximadamente, 1700 jovens aprendizes no mundo do trabalho formal.
 
O Programa é uma iniciativa da Saeb e das Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA). Para participarem, os jovens precisam ser aprovados numa seleção pública. Como benefícios do Programa, destacam-se remuneração mensal, plano de saúde, além de 400 horas de capacitação técnico-profissional continuada.
 
Foto: Secom
5124 leituras