Após serem retirados da folha de pagamento, 268 servidores tiveram seus cadastros regularizados
Ultima Atualização: 02/09/2015 às 17:18:54
Após serem retirados da folha de pagamento, 268 servidores tiveram seus cadastros regularizados
Dentre os 723 servidores não localizados, na primeira etapa do recadastramento do estado, 268 regularizaram seus cadastros após serem retirados da folha de pagamento no mês de agosto. A maior parte deste grupo é composta por funcionários estaduais cedidos a prefeituras, exercendo suas atividades em municípios, ou seja, encontram-se municipalizados. Ainda restam 455 servidores com cadastros não validados, confira lista atualizada aqui.
 
No recadastramento, o procedimento previa que os servidores estaduais atualizassem seus cadastros no Portal do Servidor e depois tivessem seus dados validados pelos chefes imediatos, sendo, assim, considerados localizados.
 
Os municipalizados fizeram seus recadastramentos normalmente, mas também deveriam ter seus cadastros validados pelos chefes imediatos nas prefeituras onde trabalham. O que ocorreu é que os chefes deles nos municípios não validaram os cadastros. Assim, este grupo foi considerado não localizado e retirado da folha de agosto.
 
Dois dias depois de terem o pagamento suspenso, 268 municipalizados já tiveram seus cadastros validados (localizados) pelos seus chefes imediatos nos municípios. Deste total, 126 já receberam salário em folha complementar, hoje (02/08). Os outros 142 vão receber seus proventos na próxima semana, também em folha complementar.
 
A expectativa da Secretaria da Administração é que os 455 restantes tenham seus cadastros validados pelos seus chefes imediatos dos municípios onde trabalham. A maioria dos servidores não localizados é lotada na Secretaria da Saúde, seguido pela Educação. 
 
Primeira fase
 
A primeira fase do recadastramento ocorreu entre 23 de fevereiro e 13 de abril, quando foram convocados para atualizar seus cadastros 124 mil servidores de três secretarias (Segurança Pública, Saúde e Educação). O recadastramento foi amplamente divulgado pelos canais de comunicação do Estado (portais, sites, radiodifusão públicos) e através de campanha publicitária veiculada nos meios de comunicação de massa (jornais impressos, Rádio e TV).
 
Após a data final da primeira fase, restaram apenas 224 servidores estaduais que não se recadastraram e acabaram sendo retirados da folha de pagamento.  Já entre os funcionários que fizeram os seus recadastramentos, 133 não tiveram seus dados validados e também foram retirados da folha. Destes últimos, 59 foram localizados. Os 74 restantes foram somados aos servidores municipalizados que não tiveram seus cadastros validados pelos municípios onde trabalham. 
 
Segunda fase
 
A segunda fase do recadastramento está em andamento, envolvendo os órgãos públicos estaduais que não participaram da primeira fase. Compreende o período de 26 de agosto a 2 de outubro, envolvendo 48 órgãos estaduais, entre secretarias, superintendências, fundações, companhias, agências e institutos. Apenas não participarão as Secretarias da Segurança, Educação e Saúde, que estavam da primeira fase. Cerca de 30 mil servidores ativos devem atualizar seus cadastros nessa fase, incluindo estatutários, contratados como cargos comissionados ou em Regime Especial de Direito Administrativo – Reda, além de estagiários, residentes e menores aprendizes.
 
6061 leituras