Planserv amplia rede de prestadores no interior
Ultima Atualização: 28/06/2012 às 11:18:46

Desde 2009, quando lançou o Edital de Credenciamento 11 – que engloba os estabelecimentos que prestam serviços em ambiente não hospitalar, como clínicas, policlínicas e UPAs –, o Planserv, a Assistência à Saúde dos Servidores Públicos do Estado, já credenciou 835 prestadores de todas as nove macro-regiões da Bahia nesse edital. Isso significa dizer que essas unidades de saúde agora possuem Termo de Adesão formal com o plano, uma ação que amplia e melhora a qualidade da oferta de serviços para os 465 mil beneficiários.

Em cinco dessas nove macro-regiões, inclusive, como a Leste (Salvador e Região Metropolitana), Centro-Leste (Feira de Santana e demais municípios), Norte (Juazeiro, Senhor do Bonfim e demais municípios), Sudoeste (Vitória da Conquista e demais municípios) e Sul (Ilhéus, Itabuna e demais municípios), todos os prestadores já deixaram a condição de unidade referenciada e atualmente integram a rede do plano como unidade credenciada.

Somente a partir de março deste ano, quando o Planserv convocou unidades localizadas em quatro macro-regiões do interior do Estado – Centro-Leste, Norte, Sudoeste e Sul –, solicitando que elas promovessem a regularização documental para ingressar na rede, 229 novos Termos de Adesão foram celebrados. Municípios como Esplanada, Capela do Alto Alegre, Ituberá, Nova Fátima, Palmas do Monte Alto, Pilão Arcado, Ubatã, São Domingos e Maracás, por exemplo, passaram a dispor de unidades credenciadas ao plano.

Ainda este ano, o próximo passo é convocar as unidades habilitadas junto ao Edital 011/09 de outras quatro macro-regiões: Nordeste (Alagoinhas e demais municípios), Centro-Norte (Paulo Afonso e demais municípios), Oeste (Barreiras e demais municípios) e Extremo Sul (Teixeira de Freitas e demais municípios), abrangendo assim todas as regiões do Estado. A ideia é que os estabelecimentos de saúde dessas localidades assinem o Termo de Adesão e possam operar como prestadores credenciados ao plano. Aquelas unidades atualmente referenciadas que deixarem de se credenciar, como explica Sônia Carvalho, coordenadora-geral do Planserv, não farão mais parte da rede de atendimento do plano.