Secretárias têm programa piloto de capacitação
Ultima Atualização: 19/09/2012 às 12:53:48
Secretárias têm programa piloto de capacitação

Secretárias de 22 órgãos do Estado deixarão por alguns dias os afazeres de telefone, agenda  e computador para se dedicar a temas como comportamento profissional, ética e moral no serviço público, habilidades profissionais e gerenciais, além de organização de eventos. Em cinco módulos, as duas primeiras turmas do  progama de capacitação para secretarias promovido pela Universidade Corporativa do Servidor fazem parte de uma experiência piloto.

No primeiro módulo, de abordagem inicial, a expectativa das secretárias reunidas numa das salas da Flem é  positiva. Rita Ramos, do Ibametro, que exerce a  função de secretária há 30 anos, está empolgada. "Neste tempo todo de profissão é a primeira vez que tenho um curso de qualificação e eu acho isso imprescindível, a gente precisa se atualizar com o novo modelo de exercício da função" diz. Mesmo entusiasmo compartilhado por Otília Estevez, da Seagri, que qualificou a iniciativa como maravilhosa. "Além de novas informações a gente também tem a oportunidade de intereagir com outras secretárias, compatilhar informações do dia a dia, trocar experiência".

O programa surgiu da análise do cenário atual, quando a atualização profissional se faz cada vez mais necessária, com maior exigência na atuação dessas profissionais. "A ideia é avaliar o conteúdo, obter um feedback das próprias secretárias para incorporar o programa na nossa grade de cursos para atender às demais secretarias", diz a coordenadora da UCS Laura Protásio. Como havia dificuldades em retirar as profissionais da rotina de trabalho por dias seguidos, explica a coordenadora,  o programa foi elaborado em módulos, em dias espaçados. Este piloto, por exemplo, vai do dia 19 de setembro a 29 de novembro, em cinco módulos diários, num total de 28 horas aulas.

O Programa, segundo Laura Protásio, foi desenvolvido com base nas atribuições descritas no Código Brasileiro de Ocupação – CBO, na Lei Federal nº7377/85, que regulamenta a profissão, e no Código de Ética Profissional das Secretárias Brasileiras, e objetiva o alinhamento das competências necessárias para o desenvolvimento das atribuições inerentes a função, visando a melhoria contínua dos serviços prestados.

3361 leituras