.

 

O nome do prêmio já diz tudo: Boas Práticas. Instituído por lei estadual em 2007,  seu objetivo é “valorizar ações e procedimentos diferenciados que geram melhorias no seu ambiente de trabalho e na instituição”.

A iniciativa visa incentivar e dar visibilidade aos servidores públicos da administração pública estadual que desenvolvam ações para promover um ambiente de trabalho decente, o estímulo à criatividade, à produtividade, à eficiência, à economicidade e à melhoria da qualidade do serviço público.

Abrangendo os três poderes, os funcionários do Ministério Público e a Defensoria Pública, o prêmio é destinado aos servidores que apresentem trabalhos - individualmente, ou em equipe de no máximo dez pessoas -, que estimulem a criação de um ambiente de trabalho decente.

De acordo com o conceito da Organização Internacional do Trabalho (OIT), em que se baseia o Boas Práticas, este ambiente deve ser “seguro, saudável, produtivo e de qualidade”.

Os trabalhos são avaliados por uma comissão formada por representantes de diversas entidades do serviço público, sob a coordenação da Secretaria da Administração (Saeb).

O Prêmio Boas Práticas é concedido periodicamente, por ocasião da data comemorativa do Dia do Servidor Público. Sua última edição aconteceu em 2017. A próxima será em 2019, de acordo com legislação que agora alterna a sua realização a cada ano com o Prêmio Servidor Cidadão.

 

Conheça o Banco de Boas Práticas